Sempre a frente do rosto para o desconhecido
  -
  - -
JSC Avers - Doctor Light
RUS / ENG / DE / ES / PT / FR
Actividade da companhiaProdutosContactosArtigos publicadosAparelhos mais perspectivos  
Home / Artigos publicados / A medicina no futuro é uma medicina profiláctica

A medicina no futuro é uma medicina profiláctica, Doutor Luz, aparelhos fototerapeuticos, aparelhos fisioterapeuticos, CCP "AVERS"

A medicina no futuro é uma medicina profiláctica

"Doutor Luz", "AVERS-Chuveiro", "AVERS-Lite" e "AVERS-San", "AVERS-Freshguard", "AVERS-STREAM" sao aparelhos fototerapeuticos e fisioterapeuticos produzidos pela CCP "AVERS". Todos os direitos para sua producao e os seus nomes pertencem exclusivamente a CCP "AVERS".


A saúde do homem é uma noção multifacética. Não se limita ao estado físico. Não menos importantes são a saúde psíquica e espiritual, o desenvolvimento estético e artístico do homem. É precisamente por isso que a medicina contemporânea se baseia nas realizações das ciências matemática, técnica, natural e humanitária. A legislação do nosso país garante o direito dos cidadãos à defesa da saúde. No entanto, a nossa saúde pública optou pela via de diagnóstica e tratamento, ao passo que seria mais razoável optar pela medicina profiláctica, isto é, manutenção da saúde desde a nascença até ao velhice avançado e prevenção das doenças ou seu tratamento no período inicial. Nos anos 80 do século passado no nosso país formou-se um culto de pessoas doentes que atraíam toda a atenção da saúde pública. Agora colhemos frutos desta política. A mortalidade atingiu 16 pessoas por cada 1000 habitantes. A taxa de natalidade constituiu 10,5 pessoas por 1000 habitantes. A esperança de vida de homens é de 59 anos e das mulheres 72 anos. Anualmente registam-se 200 milhões de doentes (cerca de 100 milhões não se registam). 26% deste número são doenças de órgãos de respiração, 11% - circulação do sangue e 8% - órgãos de digestão.

No nosso país vivem 1,1 milhões de deficientes físicos. Apesar disso, fazem os médicos responsáveis pela saúde da população. Embora seja evidente que não são os médicos, não é o próprio sistema da saúde pública que determinam a saúde da nação, mas sim, as condições sociais e o nível de vida. Hoje em dia, cresceram os casos da patalogia psíquica (alcoolismo, depressões, perturbações agudas da circulação coronária). Todos os dias são internados nos hospitais cerca de 2 milhões de pessoas. Registam-se anualmente cerca de 50 milhões de casos de doenças infecciosas. As despesas directas e indirectas constituem 50 mil milhões de rublos por ano. É a saúde da jovem geração que determina em certa medida a saúde da nação em geral. Os números estão longe de serem satisfatórios: 65% dos alunos têm perturbações significativas do estado físico, mais de 80% dos recrutas são fisicamente fracos. Os factos acima citados confirmam que o princípio existente da preservação da saúde não se justifica. O sistema actual da saúde pública orientada para o combate a doenças não está em condições de melhorar a saúde da população. Urge optar por uma nova estratégia da defesa e melhoramento da saúde. A elaboração e a concretização de programas profilácticos ao nível do país é uma tarefa prioriária e urgente. Contudo, surgiu uma situação paradoxal: a saúde pública prática não está em condições de comprar e introduzir equipamento e tecnologia modernas, ao passo que a ciência médica, como não podia deixar de ser, não recebe encomendas para a elaboração de novas tecnologias. Por exemplo, os estabelecimentos médicos têm à sua disposição apenas 30% de aparelhos fisioterapêuticos do número necessário. E mesmo estes aparelhos são caducos, fabricados em 1970. Mas são precisamente aparelhos fisioterapêuticos em que se baseia a profilaxia. A futura saúde pública tem que prestar maior atenção para o desenvolvimento de tecnologias modernas no domínio da fisioterapia e métodos naturais da profilaxia das doenças. A situação apresenta-se ainda mais paradoxal quando aparecem novos aparelhos, únicos no género, para a profilaxia e tratamento de órgãos respiratórios, doenças cardiovasculares, cutâneas, do aparelho de suporte e de locomoção. Estes dispositivos que passaram com sucesso testes em hospitais e receberam os documentos necessários do Ministério da Saúde da FR não foram encomendados porque funcionários do mesmo ministério nada sabem da sua existência. Mas mesmo se um funcionário tomar conhecimento sobre estes aparelhos modernos, não poderá comprá-los visto que estas despesas não tinham sido incluídas no orçamento.

Por exemplo, o pessoal da Companhia científica e de produção (CCP) “AVERS” elaborou o aparelho fisioterapêutico único no género para massagem hidráulica e fototerapia denominado“AVERS-Chuveiro”. O aparelho combina dois tipos da fisioterapia – terapia hidráulica (tratamento por água) e fototerapia (tratamento por luz). O tratamento por água e luz remonta ao tempo mais longínquo da história da Humanidade. Os povos antigos do Egipto e da Índia utilizavam a água e a luz como principais remédios curativos e profilácticos. Cientistas da CCP “AVERS” conseguiram fazer algo inacessível até ao momento: fazer entrar a luz no jacto de água. E apareceu um dispositivo fisioterapêutico médico da nova geração.

Desde meados do século XVIII que comecaram a investigar profundamente a influência da luz solar sobre a evolução de órgãos vivos. É o espectro visível que ocupou um lugar especial nestes estudos, nomeadamente, espectros azul, verde e vermelho. Em 1865, o fisiologista e filósofo Moleschott estabeleceu que rãs colocadas no quarto iluminado pela luz verde segregam durante a respiração 3 vezes mais o anidrido carbónico do que rãs do mesmo peso colocadas na oscuridade à mesma temperatura. Os romanos antigos recorreriam à combinação de água e de luz solar para emagrecer.

O aparelho “AVERS-Chuveiro” funciona na base de radiadores monocromáticos do espectro azul cuja onda tem comprimento de 450 nanometros. Os jactos de água com a espessura de 1 mm são condutores da luz e saem sob a pressão de 0,5 a 3 atmosferas, isto é, como água encanada em casa.

O dispositivo foi com sucesso testado no Centro Científico de Saúde Infantil junto da Academia Russa das Ciências Médicas (ARCM) (Director, académico da ARCM A.A. Baranov), secção de reumatologia. Resultados do teste: 60% - óptimo, 30% - bom, 10% - satisfatório. Efeitos secundários e negativos não foram detectados. Hospital clínico militar Burdenko (chefe, académico V.M. Kliujev), secção de fisioterapia: 78% - bons resultados, 22% - satisfatórios, estimativas negativas faltam.

O aparelho é bem simples. São necessárias apenas a entrada e a saída de água quente. No entanto, o número de doenças tratadas pelo aparelho pode ser equiparado com o dos pacientes de um hospital urbano. São doenças cardiovasculares, síndroma de hiperviscosidade do sangue, insuficiência de veias sanguíneas, perturbação do metabolismo, neurastenia, cirrose do fígado, hepatites A e B, obesidade, hiperlipedemia, artroses e artrites, osteocondrose e doenças do aparelho de suporte e de locomoção. O dispositivo é útil no período de Convalescença depois do enfarte do miocárdio, enfarte de isquemia cerebral, para profilaxia de constipações, incluindo gripe. Dispensam-se remédios químicos que, por um lado, curam uma doença, e, por outro, dostroem fígado, rins e outros órgãos, como o fazem antibióticos.

Os colaboradores da CCP “AVERS” elaboraram mais um aparelho fototerapêutico muito útil designado “AVERS-San” .
O dispositivo tem três lâmpadas com casquilho de Edison e uliliza-se como lâmpada de mesa comum. Cada lâmpada é dotada de 20 radiadores monocromáticos. As ondas têm diferentes comprimentos: azul – de 435 a 470 nanometros, verde – de 495 a 525 nanometros, vermelho – de 660 a 740 nanometros. Actualmente, o dispositivo passa testes no Centro Científico de Obstetrícia, Ginecologia e Perinatologia da ARCM, no Hospital Clínico Nº1 da Presidência da FR e no Hospital Central Militar P.V. Mandrika. Este dispositivo, igual como o aparelho “AVERS-Chuveiro”, é destinado para a profilaxia e a cura de doenças do sistema cárdio-vascular, perturbação da circulação do sangue, sobretudo ao nível de microcirculação, bronquites crónicas, doenças da glândula tiróide, abcessos e inflamações, úlceras do estômago e do recto, queimaduras dos tecidos. Note-se, o tratamento efectua-se sem medicamentos químicos.

Não menos interessante e útil no combate às doenças respiratórias e infecciosas é o aparelho “AVERS-Lite” que foi testado com sucesso na Academia Médica de Moscovo I.M. Setchenov (reitor, M.A. Paltsev) e no Hospital de Doenças de Ouvidos, Garganta e Nariz. Os resultados são encorajantes: 50% - óptimo, 40% - bom e 10% - satisfatório. O dispositivo cura rinofaringite, rinite, cogumelos microscópicos na cavidade bucal, otite, tonsilite, doenças alérgicas. No Hospital Urbano de Moscovo Nº 40 (médico-chefe, professor A.Ia. Samokhin), na secção da fisioterapia, foram submetidos a tratamento 121 pacientes de 23 a 76 anos de idade. Resultados óptimos e bons constituíram 100%. O aparelho foi aplicado não só para o tratamento de ouvidos, garganta e nariz, como também para curar dentes, gengivite, paradontite, estomatite e candidose. Os prazos do tratamento sem uso de medicamentos químicos reduziram-se em 1,5 vezes. Os resultados quase idénticos foram obtidos no Hospital Urbano de Moscovo Nº 67 (médico-chefe, professor A.S. Chkoda).

O aparelho é muito eficiente para a profilaxia de infecções respiratórias agudas provocadas por vírus, incluindo a gripe. O uso sistemático do aparelho permite evitar vacinações, o que, por sua vez, evita o eventual contágio visto que ao hospital chegam pacientes com doenças contagiosas entre outras. O dispositivo cosolida também a imunidade permitindo combater com sucesso a vírus. O aparelho é útil em cada casa.

Finalmente, o «Aparelho fisioterapêutico “Doutor Luz”». É um dispositivo mais surpreendente da CCP “AVERS” destinado para crianças de tenra idade (desde nascença até 4 anos). O engenho está introduzido na chupeta. Foi testado com sucesso no Centro Científico Infantil (director, Académico da ARCM A.A. Baranov), na secção para crianças nascidas prematuramente. Ao tratamento foram submetidas 25 crianças com o peso de 850 a 2600 gramas atingidas por isquemia cerebral de I e II graus acompanhada de infecção bacterial (omfalite, conjuntivite). 18 crianças sofreram de edemas e de hiperimia da mucosa. O corrimento do nariz baixou consideravelmente depois de 3 a 4 dias do tratamento em comparação com 7 a 8 dias daquelas crianças que receberam uma terapia comum. Não havia casos de contágio na companhia com doentes infecciosos por vírus. O dispositivo foi testado igualmente no Centro Científico de Obstetrícia, Ginecologia e Perinatologia da ARCM (director, Académico da ARCM V.I. Kulakov), na secção de reanimação, terapia intenciva de recém nascidos e nascidos prematuramente sob a direcção do neonatólogo-chefe do MSP da FR, Professor E.N. Baibarina. Depois da aplicação do aparelho, desapareceram em breve sintomas de doenças infecciosas por vírus, estomatites, rinites, cogumelos microscópicos da mucosa da boca, pneumonia e traqueobronquite. Já ao segundo dia do uso do aparelho “Doutor Luz” normalizou-se a biocenose da cavidade da boca e da faringe.

O aparelho foi altamente apreciado no Hospital Urbano de Moscovo para Crianças N. F. Filatov Nº 13 (médico-chefe, Professor V.V. Popov), secção da patalogia de recém nascidos, na Academia Médica Estatal de Perm (Reitor, membro-correspondente da ARCM, I.P. Koriukina), câtedra de pediatria com o curso das doenças infecciosas infantis.

O dispositivo é único no género. Utiliza-se para a profilaxia e a cura tando individualmente em casa, como em estabelecimentos curativos, creches e jardins de infáncia. Desinfecta-se facilmente. Ajuda curar a inflamação pulmonal do médio grau e a gripe. No momento de crescimento de dentes este aparelho é simplesmente indispensável para a criança.

Muitos estadistas proclamam de altas tribunas que a saude da jovem geração é uma tarefa prioritária para qualquer Estado. Então, quem impede entregar este aparelho ao recém nascido na maternidade? Talvez os números acima mencionados (200 milhões de doentes e mais de 50 mil milhões de rublos) diminuam drasticamente, porque não será preciso curar doenças não existentes, não será preciso curar doenças adquiridas na sequência do tratamento por antibióticos pesados e remédios falsificados. Talvez os funcionários do Ministério da Saúde de diferentes níveis compreendam que a medicina profiláctica deve ganhar a prioridade em comparação com os métodos habituais do tratamento. O cuidado na nova geração inicia-se desde o momento da formação de uma família ou desde o momento quando uma mulher grávida for atendida pela primeira vez. A sociedade considera-se sadia quando dela fizerem parte a mãe sã, a criança sã e o trabalhador são. A palavra de ordem proclamada por nossos cientistas-médicos há mais de um século atrás: “Medicina no futuro é uma medicina profiláctica” continua a ficar infelizmente apenas palavra de ordem, e o apelo: “Apoiemos o nosso produtor nacional” – apelo humorístico. Em que porta é preciso bater para abrir portas do Ministério da Saúde Pública e Desenvolvimento Social da FR?

Quero concluir o meu artigo com uma nota optimista. A população do nosso país sempre vivia na base de próprias leis distintas do espírito da época. A própria população compreenderá em que medida precisa de medicamentos imperfeitos produzidos activamente no nosso país e importados do estrangeiro e optará pelos métodos naturais da profilaxia utilizando água, luz, alimentação sadia e exercícios físicos.

Académico da Academia
das Ciências Medico-Técnicas da FR,
Doutor em Ciências Técnicas,
Professor catedrático V.I. Gratchiov
www.aversnpk.ru
E-mail:
aversnpk@mail.ru
Produtos, A medicina no futuro é uma medicina profiláctica, Doutor Luz, aparelhos fototerapeuticos, aparelhos fisioterapeuticos, CCP "AVERS"

Produtos

Dispositivo fototerapêutico "Doctor Light", um produto de equipamento medico
Aparelhos fisioterapêuticos. Chupeta de díodo luminiscente “Doutor Luz”. “Doutor Luz” é um aparelho fisioterapêutico único no género que tem um aspecto de chupeta comum. Os direitos exclusivos ao produto com o espectro azul da luz e ao seu nome pertencem à CCP “AVERS” . Os nossos aparelhos fisioterapêuticos , incluindo o “Doutor Luz”, são mais tecnológicos e com elevadas características terapêuticas. A chupeta “Doutor Luz” não produz efeitos secundários, por isso é insubstituível para o tratamento das constipações, tosse, resfriamento e várias inflamações. O dispositivo fisioterapêutico “Doutor Luz” foi testado com sucesso no Instituto de Investigação Científica de Abstetrícia, Ginecologia e Perinatologia junto da Academia Russa das Ciências Médicas (ARCM), no Centro Científico da Saúde das Crianças junto da ARCM, no Hospital Urbano para as Crianças N.F. Filatov Nº13 e na Academia Médica Estatal de Perm. Com base no aparelho fisioterapêutico “Doutor Luz” foram elaborados outros dispositivos fototerapêuticos e fisioterapêuticos, por exemplo, o aparelho fototerapêutico “Avers-Lite”.
Mais detalhadamente ver...


Novidades, A medicina no futuro é uma medicina profiláctica, Doutor Luz, aparelhos fototerapeuticos, aparelhos fisioterapeuticos, CCP "AVERS"

Novidades

URGENTEMENTE! SOLUÇÃO PARA COVID-19 ENCONTRADO!
Mais detalhadamente ver...


A empresa de pesquisa e produção da AVERS preparou para publicação um novo Manual para professores de instituições de ensino superior e especialistas na área de medicina, bioquímica e biologia - "O EFEITO DA INSUFICIÊNCIA DE OXIGÊNIO NO CORPO ANIMAL"
Mais detalhadamente ver...


Os esforços da companhia AVERS, no decurso de 2020, serão dirigidos para a realização dos testes de novos aparelhos: aparelhos fototerapêuticos, aparelhos fisioterapêuticos, artigos médicos, veterinários e domésticos
Mais detalhadamente ver...


Apresentamos uma novidade bem agradável para os pais que têm crianças de tenra idade (até 4 anos)! Na rede de farmâcias 36,6 estão à venda chupetas de díodo luminiscente Doutor Luz para a profilaxia e o tratamento das infecções respiratórias agudas provocadas por vírus (IRAV)
Mais detalhadamente ver...


A CCP AVERS realiza a actividade de investigação científica no domínio da criação de dispositivos foto- e fisioterapêuticos de nova geração com base em radiadores monocromáticos do espectro solar que, contrariamente aos radiadores de laser, funcionam sem consequências negativas
Mais detalhadamente ver...


A CCP AVERS pôs-se a organizar uma produção química pequena para o fabrico de reactivos orgánicos mais perspectivos para as máquinas modernas com a utilização da materia-prima nacional
Mais detalhadamente ver...
 
 @Mail.ru
Rambler's Top100
.