Sempre a frente do rosto para o desconhecido
  -
  - -
JSC Avers - Doctor Light
Actividade da companhiaProdutosContactosArtigos publicadosAparelhos mais perspectivos  
Home / Artigos publicados / Doutor Luz marcha lado a lado com a actualidade

Doutor Luz marcha lado a lado com a actualidade, Doutor Luz, aparelhos fototerapeuticos, aparelhos fisioterapeuticos, CCP "AVERS"

Doutor Luz marcha lado a lado com a actualidade

"Doutor Luz", "AVERS-Chuveiro", "AVERS-Lite" e "AVERS-San", "AVERS-Freshguard", "AVERS-STREAM" sao aparelhos fototerapeuticos e fisioterapeuticos produzidos pela CCP "AVERS". Todos os direitos para sua producao e os seus nomes pertencem exclusivamente a CCP "AVERS".


O que é a doença? Foi a primeira pergunta quando pela primeira vez o homem adoeceu. A ciência continua a colocar a mesma pergunta embora passassem milhares de anos. Seja como for, as múltiplas respostas dadas constituem a teoria da medicina. E nenhuma das teorias resolveu na integra a questão colocada. No entanto, na medicina, em comparação com outras ciências, estas teorias granjearam enorme importância prática independentemente da época do seu surgimento. O historiador médico I. Petersen na sua obra “Momentos principais do desenvolvimento histórico da terapêutica” conta que o sistema de tratamento do escocês Braun valeu vidas de maior número de pessoas do que durante toda a revolução francesa e que foi precisamente este “sistema de tratamento” que tinha sido adoptado no fim do século XVIII em quase todos os hospitais da Europa. As observações, investigações e experiências posteriores promovidas a fim de curar esta ou aquela doença levaram definitivamente a Humanidade a um beco sem saída, visto que os curandeiros e, mais tarde, médicos se puseram a curar em vez de prevenir doenças.

A história da medicina é rica em variáveis teorias e pontos de vista, assim como abunda em verdades antigas. O reconhecimento deles extinguia-se frequentemente na luta contra o dogmatismo e esquematismo. A observação pela natureza humana, seu florescimento e degradação passaram a ser o terreno para estas verdades. Assim, o ar e a luz sempre eram condições sine qua non da forte saúde física e espiritual do bem-estar físico e psicológico do homem. Por exemplo, na Grécia antiga os exercícios físicos constituiam uma parte inalienável da vida social não só para os homens mas também para as mulheres. Estes remédios curativos tomados de empréstimo à natureza que preveniam e eliminavam a causa da doença desapareceram juntamente com o desmoronamento da cultura antiga. O ar, a água, a luz, o frio e o calor são remédios naturais que provocam acções fisiológicas positivas, e são precisamente eles que podem eliminar a causa da doença. Aquilo que mantem a vida pode também curar a doença. A noção de consolidação das funções vitais do homem é inalienável de locomoção, desporto, ginástica, banhos solares, aquáticos e de ar. A luz solar e a água eram e continuam a ser elementos curativos mais próximos tanto para o homem como para todos os seres vivos. Eram os romanos que utilizavam mais frequentemente os raios solares transformando este procedimento num hábito. Egípcios antigos tomavam banhos solares em suas casas. O relevo de El Amarn mostra o rei Ehnaton (Alinofes IV, 1378 - 1358 a.C.) sentado com os familiares numa sala com colunas tomando banho de raios solares. Germanos antigos também utilizavam o Sol como remédio curativo e colocavam crianças doentes em telhados de casas. Eles saudavam com regozijo a chegada da Primavera visto que, depois de longos dias do Inverno passados em quartos escuros e pouco saudáveis, saíam da reclusão e agradeciam o Sol nascente equiparando-o com o Senhor-curador que devolvia-lhes a saúde. O culto do Sol fêz com que eles visitassem lugares curativos em elevações solares denominadas Odinsacker ou Hlyfiaberg (montes curativos).

Foram os romanos antigos que usavam mais frequentemente a combinação de água e de Sol nos seus banhos que foram montados de modo que raios solares tivessem acesso. É sabido que a água absorve todos os tipos do espectro da luz solar com excepção do azul e do verde. A Companhia científica e de produção “AVERS” aproveitou este fenómeno na sua actividade no domínio da fototerapia. Na antiguidade, a luz solar utilizava-se para curar, em primeiro lugar, as doenças cutâneas. Aurelian, por exemplo, aconselhava usar a luz solar para curar tosse, obesidade, artrite, hidropisia, escrófula e raquitismo.

Os colaboradores da CCP “AVERS” elaboraram a biolâmpada “AVERS-San” (patente Nº 54792 de 27.07.06).
O dispositivo tem aspecto de uma pequena lâmpada com casquilho de Edison que funciona com voltagem de 220 V. É cômodo usá-lo com objectivos curativos, cosméticos e profilácticos tanto em estabelecimentos de saúde, como em casa. A biolâmpada “AVERS-San” irradeia três espectros da luz solar (azul, verde e vermelho). Cabe assinalar que cada um dos radiadores monocromáticos irradeia um espectro de ondas com diferentes comprimentos. A lâmpada deste tipo apresenta-se insubstituível em cada família visto que o dispositivo “AVERS-San” é capaz de recuperar a falta da energia solar para o organismo humano, sobretudo, no Outono e no Inverno.

O aparelho é destinado para a profilaxia de doenças seguintes:
- depressão sazonal;
- doenças cutâneas, inclusive sarampo, lupo, varícela, escarlatina;
- asma de brônquios;
- úlsera do estômago e do recto;
- úlseras tróficas de veias;
- doenças supurado-inflomatórias;
- hipertensão;
- dores de cabeça;
- insônia, fadiga;
- eliminação de espasmos de músculos lisos e vasos sanguíneos;
- perturbação do intestino.

O dispositivo é capaz de diminuir a probabilidade de apanhar infecções respiratórias agudas por vírus, assim como doenças relacionadas com elevada viscosidade do sangue. A vantagem principal do dispositivo consiste na ausência de efeitos secundários. Além disso, o aparelho é leve, cômodo e muito eficiente. Actualmente, o dispositivo está submetido ao teste e, em breve, aparece nas montras de farmâcias.

A componente azul do espectro solar serviu-nos de base para elaboração e produção do “Dispositivo para irradiação da cavidade bucal “AVERS-Lite” (patente Nº 50420 de 20.01.06).
O aparelho tem pequenas dimensões. A mulher pode metê-lo na bolsinha e viajar sossegadamente. Por outro lado, as suas características curativas e profilácticas no combate às doenças respiratórias e às infecções agudas são tão elevadas que poderá substituir um monte de medicamentos que não cabem na bolsinha.

O aparelho é destinado para a profilaxia e tratamento de doenças seguintes:
- laringite;
- rinite;
- tosse e dores nos ouvidos;
- cogumelos microscópicos na mucosa da cavidade bucal;
- dores de dente;
- constipações;
- parodontose;
- alergia;
- gripe

Actualmente, o dispositivo está submetido ao teste em hospitais. Prepara-se a sua produção indusatrial.

Foi especialmente o tratamento com a utilização da luz que ocupava o lugar especial para curar úlceras tróficas e feridas supuradas. Este foi ponto de vista de médicos Antijllus e Porta (início do século II), contemporâneos de Heródoto, que recorriam aos métodos naturais de tratamento e alcançavam bons resultados.

Estes métodos foram aproveitados para elaborar e produzir «Faixa luminosa “AVERS-Skin”» (patente Nº 55601 de 27.08.06) para curar feridas supuradas, úlceras tróficas, úlceras do estômago e do recto. Diferentes espectros da luz solar (azul, verde, alaranjado, e vermelho) exercem influência sobre partes atigidas da pele e da epiderme assegurando elevada eficácia terapêutica no tratamento das doenças acima mencionadas.

As cores do espectro usadas no aparelho desempenham os papeis seguintes:
- azul: propriedades antibacteriais e anti-infecciosas, contribui para a actividade de células fagocíticas;
- verde: exerce influência sobre o sistema nervoso vegetativo, elimina espasmos de músculos lisos e de vasos sanguíneos, faz intensificar a microcirculação;
- alaranjado: estimula a circulação do sangue e do trófico da pele, aumenta o nível da regulação neiroendocrínica, melhora o processo de digestão;
- vermelho: estimula o metabolismo, elimina a estagnação, incentiva a actividade cardíaca.

Deste modo, sem perturbar o funcionamento dos órgãos do homem pode-se curar com sucesso as doenças assaz graves sem medicamentos e em harmonia com a Natureza.

O colectivo científico, marchando lado a lado com a actualidade e concretizando na prática o tema “Geração sadia”, elaborou e patenteou «Aparelho fisioterapêutico “Doutor Luz”» (patente Nº 55293 de 10.08.2006) implantado na chupeta de silicone brando a ser utilizado por crianças de tenra idade. A chupeta é inofensiva para o bebé mesmo se este cair sobre ela. O dispositivo difere drasticamente do seu análogo anterior. O novo aparelho pode ser ligado 550 vezes, ao paso que o anterior apenas 150. A irradiação do novo dispositivo dura 2 minutos em vez de 3 minutos, mas a sua eficácia é muito mais elevada porque no radiador monocromático foi acrescentada mais uma frequência de ressonância terapéutica que faz activar a hemoglobina, aumenta a absorção do oxigénio e o seu transporte pelo sistema da circulação do sangue.

O dispositivo aplica-se desde o dia de nascimento até 4 anos. É destinado, a título de profilaxia, para:
- melhorar o estado de saúde da criança depois da vacinação e no período de crescimento de dentes visto que neste período podem surgir revelações catarrosas;
- eliminar efeitos alérgicos, inclusive, diateses;
- proteger a saúde da criança nos períodos arriscados;
- realizar a profilaxia no período da epidemia de gripe e noutras situações extraordinárias;
- consolidar a imunidade do organismo infantil.

Assim como para curar as doenças seguintes:
- laringite, rinite;
- edema e hiperemia da faringe;
- inflamação pulmonal de gravidade média;
- cogumelos microscópicos na mucosa da cavidade bucal;
- tosse, constipação, dores nos ouvidos;
- dores de dentes, inclusive, no período de seu crescimento;
- infecções respiratórias e a vírus.

Actualmente, o aparelho está submetido a testes em hospitais para crianças mais importantes da Rússia. Efectuam-se os trabalhos preparatórios para iniciar a produção industrial deste dispositivo único no género. O uso profiláctico do «Aparelho fisioterapêutico “Doutor Luz”» permite evitar várias doenças que pode apanhar a criança, sobretudo, no período frio que dura no nosso país de Setembro até Maio. Não falo aqui sobre o efeito económico que é evidente, mas apenas trata-se da saúde dos órgãos do organismo infantil isento de múltiplos medicamentos, em primeiro lugar, antibióticos. Seria perfeitamente se uma criança recém nascida recebesse em nome do Estado como presente o aparelho “Doutor Luz”. Neste caso, os pais que vivem em povoações longínquas ficariam sossegados visto que tendo à disposição o aparelho não será necessário viajar ao hospital situado a 10 quilómetros para procurar saber porque o bebé tem dor na garganta... Mais tarde ou mais cedo, a Humanidade voltará aos métodos naturais da profilaxia e tratamento do homem sem medicamentos químicos. A intervenção cirúrgica será necessária apenas para solução da questão: viver ou não viver. Para alcançar este objectivo temos que voltar a ecologia da terra, da água e do ar a um estado prisco. O homem deve comer produtos crescidos em condições naturais, ao passo que os milagres da Química podem ser mostrados nos exemplos da degradação do homem.

A Rússia é um grande país com um potencial poderoso e um futuro brilhante. O que nos impede examinar o nosso modo de vida a partir de outro ponto de vista? Talvés as realizações da nossa ciência ajude-nos perceber que a medicina profiláctica é mais prioritária em comparação com a medicina curativa? Talvés a saúde do homem se considere o “fundo de ouro” do país, ao passo que as reservas de ouro junto do Ministério das Finanças fiquem como derivados do mesmo?

A educação da geração sadia e fisicamente forte deve ser uma tarefa prioritária para os pais, jardins de infáncia, escolas e Estado. Se esta tarefa for resolvida com sucesso, outras serão resolvidas por si mesmo.

À conclusão, gostaria de dizer que a CCP “AVERS”, em breve, apresentará novos aparelhos únicos no género cujo funcionamento basear-se-á em métodos naturais da profilaxia e tratamento do homem.

Académico da Academia
das Ciências Medico-Técnicas da FR,
Doutor em Ciências Técnicas,
Professor catedrático V.I. Gratchiov
Produtos, Doutor Luz marcha lado a lado com a actualidade, Doutor Luz, aparelhos fototerapeuticos, aparelhos fisioterapeuticos, CCP "AVERS"

Produtos

Aparelho fisioterapêutico para massagem hidráulica e tratamento por luz "AVERS-Chuveiro"
Dispositivos fisioterapêuticos. O aparelho fisioterapêutico para massagem hidráulica e tratamento por luz “AVERS-Chuveiro” está destinado para a profilaxia e o tratamento das doenças cardiovasculares e do aparelho de suporte e de locomoção. Todos os dispositivos fisioterapêuticos produzidos pela CCP “AVERS” estão protegidos pelos patentes e pelos documentos oficiais de registo. São meios seguros para a profilaxia e o tratamento de várias doenças.
Mais detalhadamente ver...


Novidades, Doutor Luz marcha lado a lado com a actualidade, Doutor Luz, aparelhos fototerapeuticos, aparelhos fisioterapeuticos, CCP "AVERS"

Novidades

URGENTEMENTE! SOLUÇÃO PARA COVID-19 ENCONTRADO!
Mais detalhadamente ver...


A empresa de pesquisa e produção da AVERS preparou para publicação um novo Manual para professores de instituições de ensino superior e especialistas na área de medicina, bioquímica e biologia - "O EFEITO DA INSUFICIÊNCIA DE OXIGÊNIO NO CORPO ANIMAL"
Mais detalhadamente ver...


Os esforços da companhia AVERS, no decurso de 2020, serão dirigidos para a realização dos testes de novos aparelhos: aparelhos fototerapêuticos, aparelhos fisioterapêuticos, artigos médicos, veterinários e domésticos
Mais detalhadamente ver...


Apresentamos uma novidade bem agradável para os pais que têm crianças de tenra idade (até 4 anos)! Na rede de farmâcias 36,6 estão à venda chupetas de díodo luminiscente Doutor Luz para a profilaxia e o tratamento das infecções respiratórias agudas provocadas por vírus (IRAV)
Mais detalhadamente ver...


A CCP AVERS realiza a actividade de investigação científica no domínio da criação de dispositivos foto- e fisioterapêuticos de nova geração com base em radiadores monocromáticos do espectro solar que, contrariamente aos radiadores de laser, funcionam sem consequências negativas
Mais detalhadamente ver...


A CCP AVERS pôs-se a organizar uma produção química pequena para o fabrico de reactivos orgánicos mais perspectivos para as máquinas modernas com a utilização da materia-prima nacional
Mais detalhadamente ver...
 
 @Mail.ru
Rambler's Top100
.